Estamos voltando...

12 setembro 2012

O Fitti-Fusca de oito cilindros com dois motores acoplados


O carro foi construído por Nelson Brizzi (mecânico chefe), Ary Leber (projeto de carroceria) e Ricardo Divila ( projeto de chassi e suspensão), Darci ( foi mecânico dos Fittipaldi até a Fórmula 1) e José Deusdedith (solda e chapa),  em aproximadamente um mês. Seus dois motores VW ligados por uma junta elástica "Giubo", de borracha, formando um único motor de oito cilindros e 3,2 litros de cilindrada, 1,6 por motor, que geravam 400 cavalos, empurrados por metanol.
Como o carro pesava 420 quilos -- a carroceria de fibra pesava 17 quilos -- dava quase um cavalo para cada quilo. O câmbio de cinco marchas era de um Porsche 550/1500 RS, assim como os freios a tambor e o sistema de direção.
A suspensão dianteira era Porsche com barras de torção semelhante a do Fusca, a traseira era em parte de Formula V com molas e amortecedores redimensionados. As rodas de liga leve tinham nove polegadas na frente e 10 atrás. Sua primeira corrida foi no Rio. Nos treinos de classificação, um terceiro  lugar com sabor de vitória, com o Alfa P33 do Môco em primeiro, o Ford GT 40 do Sidney em segundo e na frente da Lola T70 dos irmãos De Paoli.
O AC de Anisio Campos (com coletores de ar direto), o Lola T70 dos irmãos De Paoli
e o Fitti-Fusca nos 1000 Quilômetros da Guanabara em 14 de dezembro de 1969

1 comentários:

Maycon disse...

Olá muito bom seu Artigo !! , Juntas Elásticas é importante para carros , motos , tubo de concreto etc !!.

Postar um comentário

Loading...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...